fbpx
Fechar
DFB, jeri, jericoacoara, look do da, Viihrocha

DFB: Look do 3º dia

01 maio 2014

Ai gente, sei que estou atrasada com as postagens. Recebi as fotos dessa postagem, que era pra ter saído há dias, enquanto estava viajando, e aí não deu tempo de publicar (sem falar que a internet estava péssima, oscilando o tempo todo.) Já estou em Fortaleza, cheia de novidades pra contar sobre o meu destino, Jericoacoara, mas preciso fechar toda a pauta do Dragão Fashion Brasil por esses dias.

Aí vai o look que usei no 3º dia de DFB (meu 2º dia de evento). Principalmente, adorei a combinação das cores. A peça-chave foi essa saia xadrez com pregas, bem feminina, com uma pegada meio colegial. Remeteu-me também ao Kilt, saia com pregas masculina, usada pelos escoceses. Mas como sou mulher, fico com a primeira opção, haha.

O coturno deixou a produção mais estilosa e confortável pra andar pelo calçamento horrível do Centro Cultural Dragão do Mar. É uma tortura ir de salto. O cinto, com a bandeira USA, fez um mix de padronagens com a estampa xadrez. A blusa deu um ponto de cor no look. E aí, gostaram?

 Make and Hair: Clínica Splendere – Fotografia: Lorena Bezerra
Blusa e Saia: Morena Chic (@morenachic)
Cinto: Kafé Acessórios (compre aqui)
Coturno: Tanara Brasil (compre aqui)
1º Dia, DFB, Dragão Fashion Brasil, Lino Vilaventura, Look do dia, Mar del Castro

1º dia de DFB

24 abr 2014

Começou o Dragão Fashion Brasil, evento que amo participar, pra acompanhar os desfiles de grandes artistas (não necessariamente conhecidos e renomados), conhecer novas pessoas, reencontrar amigos, adquirir muito conhecimento, etc.

A noite passada foi bem divertida, e apesar de eu não ter conseguido assistir a vários desfiles, absorvi bastante informação. Foi uma prévia do quanto os próximos dias valerão a pena.  O look que escolhi pra ir ao evento foi esse. Fiz esses cliques antes de ir, mas acabei não indo com essa tiara na cabeça, e sim com um colar no pescoço, e como os cliques lá ficaram péssimos… Preferi mostrar essa foto pra vocês!

A blusa e a saia são da nova coleção da Journey (@journeyoficial), que está linda demais. Fazia tempo que queria uma saia lápis assim. Amei a modelage, a estampa, o comprimento. E é exclusiva nossa, ein? A blusa e a sandália são basicamente do mesmo tom, e deixaram a produção mais vibrante. A sandália é da Schutz.

Os dois desfiles que assisti foram: Mar del Castro e Lino Vilaventura. Já havia assistido o do Lino no SPFW, e foi igualzinho ao apresentado ontem. Dois desfiles encantadores.

Cheguei em casa e já fui pesquisar se o que entendi dos desfiles, foi o que eles se propuseram a “transmitir”. Pesquisar e entender o conceito é fundamental pra no final tudo fazer sentido, afinal, ninguém é obrigado a captar de cara o que foi pensado naquele momento pelo estilista. Confiram um pouquinho das “histórias contadas” :

Mar Del Castro, Verão 2014/15: “Uma Coca-cola em Copacabana”

“Summertime/and the living is easy…” Interpretados por Billie Holiday, os versos da canção inspiram a essência da coleção. Uma narrativa imagética aliada à performance sobre a história, a vida, a praia, o céu e areia luminosos, que resgatam em tempos de inclusão, a figura das “Coca-Colas cearenses”.

Os ¨shapes¨ da coleção se estruturam em maiôs de modelagem tradicional e outros de modelagem mais ousada; os biquínis ora trazem um apelo ¨vintage¨ ora se estruturam em ¨Beach Couture¨. Kaftans em comprimentos variados, esvoaçantes, texturas múltiplas: recortes, estampas e patchworks. Elementos de estilo da marca, como sobreposições, o artesanato, aplicações e bordados voltam à coleção, enquanto ícones de identidade da marca.

Esse ano Mar Del Castro entrou em parceria com Jomara Cid, chapeleira, no projeto O Atelier Criativo Brasil que é uma realização do SEBRAE-CE, que busca promover a conscientização empresarial e social sobre a importância da requalificação e utilização “criativa” da matéria prima residual de uma empresa de Moda em seu próprio processo produtivo.” Fonte: DFHouse

Já é o terceiro ano que assisto ao desfile da marca, que tem uma identidade bem forte. Todos os anos traz leveza, e resgata bem as raízes nordestidas, com elementos bem típicos da nossa região. Já teve ano que foi a cabaça, por exemplo. Rendas, trabalhos manuais, valorização da mulher nordestina. Sou fã!

Lino Vilaventura, Verão 2015: 

O desfile da grife foi divida em duas partes. A primeiro retratava um cenário africano, no qual estampas de animal print sublimadas, nervuras e tons terrosos caracterizavam o trabalho do artista. Já no segundo, era perceptível a inspiração vinda do Oriente, começando com nuances mais suaves como o nude e o azul e finalizando com o vigor do vermelho, amarelo limão e o branco. O tie-dye e os tecidos com acabamento amassado estavam bem presentes. 
Mulheres caminhavam com longos vestidos fluidos, enquanto os homens desfilava blazers, casacos, bermudas e calças com uma alfaiataria ampla e desconstruída. Detalhe: Todos os modelos com os pés no chão.
Os materiais foram: Seda, Organza, Gaze de seda pura e Jersey de seda. Também trabalhou com  bordados de cristais que refletiam como pontos de luz iluminando as peças.

E hoje tem mais…

Topo
Instagram @viihrocha